18 dezembro 2009

Auto-retrato na Lua Cheia


Rembrandt sempre gostou de uma penumbra e da luz noturna. Isso me fez pensar se ele não tinha um pé na licantropia. Tentei seguir o estilo das gravuras do mestre holandês, mas fiquei muito aquém no resultado.
Rembrandt é foda, então é certo que eu apanhei muito...
A obra de referência é o Auto-retrato de 1640, que se encontra na National Galery, Londres.
Técnica: canetas pigma micron sobre papel (só o lobo), o resto do trampo no photochoppão CS3
Artista: Marco Sandrini